Não vamos deixar esse tesouro ir para o fundo do mar

Saveiro 15 de Agosto – restauração

(2008 – 2009)

Em meados de 2008, na Ilha de Maré,  o saveiro 15 de Agosto, de Mestre Joquinha, 80 anos, parou de navegar por absoluta falta de condições.  Joquinha, uma liderança e referência entre os velhos mestres saveiristas, iria se aposentar antes da hora. O barco estava acabado e o mestre declarou:  “Se o saveiro morrer, eu morro junto!“

Sensibilizados, rebocamos o barco para o estaleiro de Mestre Nem, na própria Ilha de Maré, esgotando água e rezando para ele não ir ao fundo!
Combinada a restauração e definida a empreitada, passamos a buscar os recursos.

Novamente os amigos, amantes dos saveiros, velejadores, admiradores do movimento, enfim, mais de 40 pessoas formaram o grupo dos ”Padrinhos do 15 de Agosto”. Junto com as doações nós conseguíamos o resgate do amor aos saveiros, o reconhecimento de sua importância como um patrimônio naval nosso, parte da história, da paisagem e do imaginário da Baía de Todos os Santos e seu povo.

Vinte semanas depois, fevereiro de 2009, R$ 35.000,00 e muito trabalho, Mestre Joquinha e o 15 de Agosto entraram em Praia GrandeIlha de Maré, velejando. O saveiro novo, pintado, velas novas, novos cabos e ferragens voltava à sua labuta e a servir a pequena comunidade local que o recebeu em festa.

Associação Viva Saveiro
info@vivasaveiro.org

siga a Viva Saveiro